unilever
Nós usamos cookies - os cookies nos informam quais partes dos nossos sites você visitou, nos ajudam a medir a eficácia dos anúncios e pesquisas na web, bem como nos fornecem informações sobre o comportamento do usuário, para que possamos melhorar nossas comunicações e produtos. Saiba mais sobre isso no Aviso de Cookies

Gestão do Negócio

Voltar para o Blog Sua Loja Aberta

5 bons negócios para começar a empreender em 2022

O sonho de abrir a própria empresa começa agora. Listamos os mais promissores empreendimentos para apostar neste ano.

De forma geral, o início de um novo ano costuma trazer luz para muitos sonhos e objetivos ainda não explorados ou deixados na gaveta. Segundo um levantamento realizado pela Global Entrepreneurship, em 2020, empreender é o segundo maior desejo da população brasileira, perdendo apenas para viajar. Ou seja, vontade existe de sobra, mas resta a dúvida sobre qual seria o melhor negócio para investir.

Empreender nunca foi tão importante. Isso porque, apesar de também ser um sonho, a pandemia de covid-19 tornou a criação de um negócio próprio algo necessário para manter as contas em dia de muitas famílias brasileiras. Enquanto a taxa de desemprego permanece em alta, a possibilidade de ganhar uma renda independentemente é atrativa e, muitas vezes, uma saída esperançosa.

Porém, começar a empreender nem sempre é tão fácil quanto parece, e existe uma grande competitividade no mercado nacional. O Brasil acumula, aproximadamente, mais de um milhão de MEIs (Microempreendedor individual), o que pode ser um desafio para quem quer dar os primeiros passos na jornada do empreendedorismo.

Por isso, estudar bem o mercado e entender sobre quais áreas que ainda podem ser exploradas é uma jogada de mestre.

Por que empreender em 2022 pode ser uma boa ideia

Em um recente levantamento feito pelo SEBRAE, o mercado de abertura de micro e pequenas empresas apresenta o maior número desde 2015. Somente nos primeiros seis meses de 2021, o cenário cresceu em 35%, o que totaliza, aproximadamente, 2.1 milhões de novos negócios. Não há como negar que o cenário é atrativo.

Quando se começa a empreender, a pessoa também passa a perceber que é possível ser o seu próprio chefe, tocar o seu negócio da maneira que mais lhe parece correta e apropriada e, muitas vezes, fazer o que se gosta. Todos esses fatores trazem uma certa sensação de liberdade e de independência para um micro ou pequeno empreendedor.

O empreendedorismo digital é, também, outra vertente que pode ser encorajadora para aqueles que desejam começar a empreender em 2022. Por meio dele, é possível eliminar certos gastos, como o aluguel do espaço físico. Além disso, um empreendedor digital consegue atingir clientes que vão além da sua própria área de atuação.

Por exemplo, se um empreendedor começa a empreender digitalmente e reside na cidade de São Paulo, as chances de ele não ficar restrito somente aos clientes daquela área são grandes. Por meio de boas estratégias de venda, divulgação correta, marketing digital e de produto é possível atingir consumidores de outras partes do Brasil e, até mesmo, a nível internacional.

O importante aqui é ter em mente que, seja qual for o segmento de atuação escolhido, sempre haverá concorrência. É crucial, então, que o empreendedor saiba se posicionar de maneira estratégica, bem como se reinventar quando necessário. Quanto ao empreendimento em si, ele precisa receber o investimento correspondente para crescer e prosperar, mesmo diante de tanta competição.

Como obter sucesso empreendendo

Para que um empreendimento prospere, não adianta apenas abrir as portas e esperar que as vendas se façam sozinhas. Por trás do sucesso de um negócio, sempre existe um conjunto de fatores que o impulsionam.

Sem dúvidas, o planejamento é uma grande parte de qualquer negócio. É nessa etapa que você precisa ter em mente quais são os objetivos da sua marca, e qual caminho você deseja trilhar. Depois de estipular esses pontos, saiba que seguir o planejamento é uma parte essencial, mas que muita gente deixa de lado no movimento do dia a dia.

A divulgação e a constância de atuação também fazem parte do conjunto de fatores que levam um empreendimento ao sucesso – ou seja, quando se empreende, é preciso que seu peixe seja vendido. Uma divulgação eficaz também é capaz de atingir o público-alvo do negócio em diversos canais de  mídia, já que nem todos os perfis de clientes são iguais.

A constância se faz necessária para que a marca não caia no esquecimento: só vende quem é lembrado. Pense com cuidado nas estratégias de venda, dedique-se no contato com os clientes e basicamente em tudo o que envolve o bem-estar de um empreendimento.

Por fim, a presença digital é outro fator do conjunto que pode ser muito proveitoso para uma empresa. Pesquisas recentes demonstram que clientes sentem-se mais inclinados a consumir ou fechar negócio com um empreendimento que também está presente no universo digital, seja nas redes sociais ou por meio de um site próprio.

5 bons negócios para começar a empreender em 2022

Como já pontuamos, escolher em qual segmento investir para empreender em 2022 pode ser uma tarefa complicada em meio a tanta concorrência. Veja algumas ideias promissoras abaixo.

1 – Importação

O ramo das importações vem crescendo rapidamente e, cada vez mais, clientes parecem se interessar por produtos internacionais. Entretanto, ainda não parece existir um bom número de negócios de qualidade nesse sentido, ainda mais quando falamos sobre importações mais específicas, como a de bebidas alcoólicas: o Martell XO Conhaque Francês é um bom exemplo disso.

2 – Saudável e sustentável

Com maior acesso à informação, clientes tendem a se importar mais e mais com o tipo de alimento que consomem. Os orgânicos e os que apresentam embalagens recicláveis, como a Quinoa Orgânica Mãe Terra em Grãos, ganham popularidade e são cada vez mais procurados. Em resumo, um investimento em um ramo como este pode ser muito proveitoso.

3 – Pets

Os cuidados com os pets[1]  são cada vez mais considerados por famílias que possuem algum bichinho de estimação e, portanto, um mercado em ascensão. Investir em um negócio que venda produtos como o Tapete Higiênico para Cães Cafuné, entre outros, pode ser uma boa e rentável ideia.

4 – Bem-estar e autocuidado

A pandemia de covid-19 trouxe atenção para um assunto que, até então, não era tão discutido ou reconhecido fora de mercados específicos: o autocuidado. A tendência, neste momento, é que as pessoas se cuidem cada vez mais, e dediquem um tempo de seus dias para olhar para si mesmas. Além de investir em um negócio próprio focado no bem-estar, para quem já possui um empreendimento, vale também incluir produtos como o St. Ives Hidratante Corporal de Abacate e Vitamina E, dedicados aos cuidados pessoais.

5 – Clubes de assinatura

A possibilidade de receber uma seleção de produtos com o mesmo tema é muito atrativa, pois remete ao senso de uma compra personalizada. Aposte, então, em segmentos que ainda não parecem ter muito reconhecimento em clubes de assinatura, como materiais escolares, ofertando combos de produtos como o Caderno Criativo Faber-Castell Azul e os Ecolápis de Cor Faber-Castell | 1 Estojo c/ 36 Cores.

Futuro empreendedor, esteja ciente sobre o mercado que te rodeia e faça escolhas coerentes aos resultados que deseja colher.


Voltar ao topo