unilever
Nós usamos cookies - os cookies nos informam quais partes dos nossos sites você visitou, nos ajudam a medir a eficácia dos anúncios e pesquisas na web, bem como nos fornecem informações sobre o comportamento do usuário, para que possamos melhorar nossas comunicações e produtos. Saiba mais sobre isso no Aviso de Cookies

Empreendendo e Aprendendo

Conteúdos sobre como administrar e desenvolver bem a sua empresa. Treinamentos, dicas de gestão, notícias sobre o mundo digital e muito mais!

Marketing olfativo na sua loja física: como usar a seu favor?

Mulher branca de cabelos pretos cheirando um frasco de olhos fechados

O olfato é um sentido extremamente poderoso: não podemos impedir seu funcionamento, e ele tem um impacto enorme em nossas memórias e emoções.

Por isso, o neuromarketing incorporou o  marketing olfativo como uma das melhores estratégias que uma empresa pode adotar para vender mais e cativar os clientes. 

A Aromacologia é a ciência que estuda como os odores influenciam o comportamento das pessoas, e os cientistas afirmam: um cheiro nunca é esquecido.

Eles ficam armazenados no sistema límbico do cérebro, e as sensações relacionadas a eles imediatamente retornam à superfície ao serem instigadas. É assim que o marketing olfativo se desenvolve, aproveitando a influência desse sentido nos seres humanos. 

Mas, o que é marketing olfativo?

O marketing olfativo é uma estratégia que visa estimular o ato de compra através do olfato. Ela surgiu nos anos 70 nos Estados Unidos, mas começou a se estabelecer no Brasil nos anos 2000.

Marcas começaram a perceber que ter um cheiro particular em suas lojas, além de impulsionar as vendas, criava uma conexão forte com os clientes.

Um cheiro agradável no ambiente não só aumenta o tempo de permanência dos consumidores na loja, como também cria um elo emocional que faz com que aquela marca seja lembrada com carinho pelo consumidor.

Algumas marcas obtiveram tanto sucesso com essa estratégia, que começaram a comercializar o cheirinho de suas lojas, como a Melissa, a MMartan e Farm.

Quais segmentos podem usar o marketing olfativo como estratégia?

Qualquer segmento pode usar o marketing olfativo como parte de sua estratégia. Além do varejo de moda que citamos acima, hotéis, spas, lojas de decoração, e, é claro, redes de cosméticos, perfumaria e alimentação usam e abusam da exploração do olfato.

Entre as marcas de cosmético que apostam nesse aspecto do branding sensorial, estão O Boticário e a marca britânica Lush: ambas espalham aromas agradáveis em seus pontos de venda para trazer uma sensação de frescor, tranquilidade e feminilidade, que atiçam sentimentos de vaidade, auto cuidado e bem estar.

Em relação ao marketing olfativo para o segmento alimentício, grandes cases de sucesso são bem conhecidos: Mc Donalds, Burger King e Starbucks.

Os dois primeiros usam a aromatização artificial de ingredientes como carne e queijo para estimular o apetite dos clientes, enquanto o Starbucks aposta no aroma do café para deixar o ambiente mais convidativo e confortável. 

Você, empreendedor, pode usar as mesmas estratégias no seu mercado ou perfumaria. Pense nas sensações e sentimentos que você deseja causar no seu público, e assim, crie uma fragrância que desperte tais emoções.

LEIA MAIS: Decoração para cafeteria: o que não pode faltar

Quais as vantagens do marketing olfativo?

Se marcas tão conhecidas e lucrativas têm usado o marketing olfativo como mecanismo de vendas, já dá para entender que ele funciona, não é? Vejamos quais as vantagens:

Conquistar novos clientes

Passar em frente a uma loja com um cheirinho agradável dá vontade de entrar, certo? Essa é uma forma de captar novas pessoas para conhecerem sua loja, o que pode gerar novas vendas.

Fidelizar clientes

Através da conexão emocional que já citamos, o  marketing olfativo faz com que a marca ocupe um espaço na memória dos clientes, que passam a associá-la a sentimentos positivos, aumentando a reincidência de compras.

Aumentar o desejo de compra

Um estudo do Journal of Marketing, de 2019, revelou um aumento de 3% em vendas com aromas agradáveis no ambiente. Como os aromas suscitam bons sentimentos nos clientes, os mesmos relaxam e se sentem mais à vontade, tornando-os dispostos a gastar mais.

Diferenciar sua marca dos concorrentes

Em um mercado competitivo, o seu negócio precisa achar maneiras de causar um impacto positivo na percepção dos clientes. O bom atendimento é essencial, mas os consumidores estão cada vez mais exigentes. Eles querem viver uma verdadeira experiência de compra, e o branding sensorial auxilia nisso.

O branding sensorial, como o nome sugere, visa estimular os sentidos dos clientes. Para além do marketing olfativo, há o marketing musical, que também tem a intenção de sugestionar emoções boas, mas dessa vez, explorando a audição.

O visual merchandising explora a visão dos clientes através de uma loja bonita, organizada e que investe nas cores certas para a decoração. E, o paladar, pode ser explorado com amostras grátis e brindes comestíveis dentro do ambiente da loja.

LEIA MAIS: Guia do atendimento ao cliente: o que priorizar

Melhorar o desempenho dos funcionários

Seus funcionários não estão imunes aos bons efeitos que um cheiro gostoso no ar pode causar. Ao contrário: isso pode melhorar o desempenho dos colaboradores, pois os mesmos também serão afetados pelas sensações positivas que a estratégia proporciona.

Como aplicar o marketing olfativo?

O primeiro passo para desenvolver uma fragrância personalizada para o seu negócio é conhecer bem o seu público e o objetivo da sua marca. Seus clientes são jovens ou pessoas mais velhas? Você deseja um aroma mais descontraído ou clássico? 

Existem empresas que desenvolvem fragrâncias para outras empresas, e elas ajudam no estudo necessário para achar o cheirinho ideal.

Alguns cheiros já são bem associados a certas respostas emocionais: notas florais e adocicadas são geralmente associadas ao público feminino; cheiros amadeirados ao masculino.

Odores cítricos trazem leveza e jovialidade, enquanto aromas orientais trazem uma pitada de mistério. O cheiro de baunilha é muito usado pelo setor de alimentos, e também promove uma sensação de acolhimento. 

O que você achou de conhecer mais sobre como usar o marketing olfativo no seu negócio?

No nosso blog você encontra diversos conteúdos voltados para tendências de mercado, varejo e novos produtos que, com certeza, irão ajudar o seu negócio a crescer e conquistar mais clientes. Abaixo sugerimos outras leituras que podem ser úteis:

Nas nossas redes sociais, você pode acompanhar o Cresça Agora, nossa série de dicas valiosas para você e sua equipe colocarem em prática. Toda semana tem conteúdo novo no nosso Instagram e TikTok. 

Encante e fidelize novos públicos através da oferta de produtos de qualidade! Quer saber mais ou ficou com alguma dúvida? Fale com a gente!


Veja também